SEXTO RELATÓRIO: Uma Chamada À Ação

A nossa missão tem sido observar a Intervenção alienígena no mundo hoje e prover a vocês os nossos comentários e a nossa perspectiva. É uma tarefa difícil e é uma mensagem difícil. Entendemos os problemas que as pessoas possam ter em receber essa comunicação. Elas podem questionar o nosso método de comunicação. Certamente elas podem questionar a nossa realidade e identidade, e a confiabilidade das nossas palavras. Elas podem questionar a realidade que nós estamos apresentando. E talvez a tentação de negar essas coisas será grande para algumas pessoas.

Contudo o que irá realmente possibilitar que vocês ouçam as nossas palavras e saibam da sua autenticidade será a sua capacidade de responder com o saber profundo dentro de si mesmos. Através dos nossos discursos, nós temos nos referido à realidade do Conhecimento, a Inteligência Espiritual que vive dentro de vocês. Nós temos falado da importância central disso em sua preparação para a Comunidade Maior. Nós temos falado dela como o verdadeiro poder que capacita vocês a verem além de todos os enganos e manipulações da Intervenção. Nós temos falado dela como o poder inerente que os Coletivos não usam e não reconhecem – o Conhecimento. Esse Conhecimento não é como uma potência militar. Não é algo que vocês podem usar para ganhar coisas pela força ou para oprimir ou dominar outros. Ela é a Inteligência Espiritual maior que vocês compartilham com o Criador.

A humanidade tem um grande desafio diante de si e está enfrentando um grande risco em sua emergência na Comunidade Maior. Portanto, é necessário encontrar a força que irá capacitar vocês a unirem os seus povos e a tomar o seu lugar na Comunidade Maior como uma raça livre e auto-determinada. Esse poder deve vir de dentro das pessoas e deve ser reforçado pelas forças maiores para o bem, que existem tanto dentro do seu mundo como na Comunidade Maior.

Talvez haverá pessoas que irão rejeitar as nossas palavras e aconselhamento, rejeitando completamente o que estamos apresentando. Elas podem ter as suas próprias preferências nessa questão. Elas podem ter o seu próprio medo e senso de inadequação. Talvez elas já tenham se tornado vítimas das persuasões da Intervenção e não queiram considerar que elas possam estar em erro. Talvez elas estejam simplesmente com medo demais de enfrentar esse grande desafio. Talvez elas queiram escapar disso, indo para as suas inquietações e preocupações pessoais. Mas o que está realmente sendo pedido aqui é o poder e a presença dessa Inteligência Espiritual que nós chamamos de Conhecimento, que é a fonte da sua consciência real. Contudo o que vocês podem não perceber é que essa é a própria fonte e vínculo de toda a espiritualidade no universo. As expressões de espiritualidade e os rituais de espiritualidade, os grandes Professores e emissários de espiritualidade são numerosos demais para se contar no universo. As filosofias e as metodologias são únicas à suas culturas e história. Mas no cerne está esse poder misterioso e profundo que lhes capacita a ver, saber e agir em harmonia com o Criador de toda a vida.

Certamente a nossa presença e as nossas palavras podem ser rejeitadas e negadas. Mas com o Conhecimento, isso não será o caso. Porque estamos certos de que estamos apresentando a verdade com o melhor da nossa capacidade. Os seus aliados de fora do mundo nos enviaram aqui em uma missão em grande serviço à humanidade. A integridade da nossa missão e da nossa apresentação é real e genuína. Não é meramente uma questão de perspectiva ou percepção.

Nós devemos depender desse Poder Espiritual dentro de você, o leitor e recipiente da nossa mensagem. Porque de fato, nós estamos revelando mais do que as nossas palavras podem transmitir. Nós estamos revelando uma realidade inteira de vida no universo. Nós estamos abrindo a porta para os grandes mistérios que a humanidade ainda não penetrou, e que em alguns casos nem mesmo considerou.

Embora nós sejamos muito diferentes de vocês e embora nós pratiquemos a nossa espiritualidade de maneiras que são únicas para nós e às quais vocês não poderiam se adaptar verdadeiramente, o que nós enfatizamos é absolutamente fundamental para o seu ser, para a sua natureza e para a sua realidade. O Conhecimento não é simplesmente um grande potencial que vive dentro de vocês. Ele é o elemento mais vital que pode assegurar a sua liberdade e mantê-la, tanto agora como no futuro. Existe a liberdade de se viver de acordo com a sua consciência, e então existe a liberdade de se encontrar o Conhecimento dentro de si mesmo. A menos que vocês tenham essa primeira liberdade, será muito mais difícil encontrar a segunda liberdade. Primeiro vocês devem sobreviver e continuar livres, e então a oportunidade está lá para vocês ganharem acesso à Inteligência Espiritual maior que vive dentro de vocês. Encontrar essa liberdade e esse Conhecimento lhes dá insight sobre a realidade e o significado da vida no Universo. Isso lhes dá uma grande esperança, e nós devemos enfatizar aquilo que lhes dá uma grande esperança – Conhecimento, liberdade, força. Essas são as coisas que vocês devem cultivar agora.

No futuro, as diferenças entre vocês como seres humanos se tornarão cada vez mais insignificantes. Duas coisas vão ofuscá-las. A primeira serão as forças da Comunidade Maior, que irão desafiar o seu direito essencial de estar no mundo como uma raça livre. Isso coloca todo mundo no mesmo barco. A segunda será a realidade do Conhecimento dentro de você, que irá buscar unir você com outros a fim de lhe dar esse Conhecimento, essa liberdade e essa força. Descobrir esse Conhecimento não é meramente uma opção e não é meramente o objetivo de indivíduos excepcionais. Isso representa a essência da sua luta por liberdade.

O Conhecimento irá lhes revelar isso e confirmará as nossas palavras. Além das suas preferências e crenças, isso é muito verdadeiro. Nós temos confiança aqui, porque é nisso que colocamos a nossa fé – na bondade essencial e na sabedoria em potencial que reside dentro da família humana. Caso contrário, a nossa grande tentativa de soar um alarme e trazer uma conscientização sobre a Comunidade Maior ao mundo, irá fracassar. Não fará efeito aqui. Esse fracasso tem graves consequências, porque a humanidade ainda não entende o seu predicamento, nem entende do que ela deve depender para alcançar sucesso. O Criador deseja que a humanidade seja uma raça livre no universo, mas isso é com vocês. Depende do que vocês escolherem acreditar, o que vocês escolherem fazer e o que vocês escolherem enfatizar.

A Intervenção é muito secreta e muito clandestina. Somente aqueles que foram impactados diretamente por ela ou que foram contactados diretamente estão cientes da sua presença, e estão sujeitos à persuasão e manipulação consideráveis, como temos descrito. Portanto, quem está em posição de realmente saber por vontade própria? Nós provemos uma perspectiva que vocês não poderiam ter de outro modo. Nós provemos insight sobre as realidades importantes sobre a vida na Comunidade Maior, as quais vocês não tem acesso. E nós atestamos aqueles de vocês que já começaram a sentir essas coisas dentro de si mesmos.

A nossa mensagem serve como uma confirmação desses insights profundos. Mas a questão permanece, pode você saber aquilo que você sabe, pode você seguir aquilo que você sabe e pode você responder a partir dessa parte mais profunda de si mesmo e compartilhar isso com outras pessoas?

Em breve nós teremos que deixar a vizinhança de seu mundo, porque enquanto o primeiro conjunto de discursos foi revelado, a Intervenção se tornou consciente da nossa presença aqui e começou uma busca minuciosa e determinada por nós. Nós devemos escapar antes disso acontecer, e mesmo aqui o nosso escape carrega em si grandes perigos para nós. A nossa partida não irá passar despercebida. E haverá uma tentativa de nos seguir e nos encontrar onde quer que nós iremos. Não podemos retornar aos nossos mundos de origem porque isso levaria à descoberta deles. Nós devemos buscar esconderijo em uma distância maior. A partir desta localidade não poderemos testemunhar as atividades da Intervenção que estão em andamento.

Portanto, nesses dois conjuntos de Relatórios, nós devemos lhes dar tudo que vocês irão precisar para prosseguir por vocês mesmos. Contudo a nossa assistência como observadores vai terminar em breve. Mesmo enquanto nós apresentamos essas palavras, nós estamos preparados para partir. Portanto, nós comunicamos em grande pressa com um senso de urgência. Contudo nós devemos nos perguntar, quem pode realmente nos ouvir e levar a sério o que estamos dizendo? E quem irá agir de acordo com essas palavras com a sua própria convicção interior? Não estamos aqui para liderar vocês ou para sermos líderes da humanidade. A humanidade precisa ter os seus próprios líderes. Contudo quem irá assumir esse manto de responsabilidade?

Quem irá ter a convicção interior? Quem é forte o bastante com o Conhecimento para ver, saber e sentir a realidade do que estamos apresentando, ao ponto de poder agir e começar a falar ousadamente contra a Intervenção?

Nós não podemos responder à essas perguntas. Somente vocês podem respondê-las. Nós podemos lhes prover vislumbres da vida no universo e um entendimento essencial da natureza e atividades da Intervenção e daqueles que estão intervindo aqui. Contudo não podemos responder a cada pergunta e de fato, não são respostas que vocês estão precisando tanto quanto precisam de convicção interior para ver, saber e agir. O nosso maior desejo é que possamos estimular isso dentro de um número suficiente de pessoas de forma que um movimento irá surgir para neutralizar a Intervenção e para demonstrar a desaprovação da humanidade a respeito desses convidados indesejados. Isso seria um início benéfico. Mas é somente um início, pois precisa haver uma conscientização da realidade da Comunidade Maior. E precisa haver um entendimento sóbrio e profundo daquilo que a humanidade deve fazer a fim de assegurar a sua liberdade e o seu bem-estar nessa arena maior e muito mais complexa de vida inteligente.

Tem sido o nosso desejo que nós não lancemos um espectro sombrio ou temeroso a respeito da vida no universo, porque de fato existem muitas criações maravilhosas e surpreendentes, e existem muitas sociedades que atingiram estados muito altos de consciência. Contudo essas ainda permanecem na minoria das manifestações de vida inteligente através dessa galáxia até onde estamos cientes, e nós encontramos muitos outros que viram coisas que nunca vimos.

Para a humanidade entrar nesse novo panorama de vida, vocês devem ter uma orientação quanto ao que existe ali, o que esperar e como vocês devem funcionar e se comportar. Ninguém no mundo está preparado para lhes dar esse aconselhamento, pois como alguém poderia saber? Foi preciso que os seus aliados, os Aliados da Humanidade, dessem essa perspectiva e essa orientação. De outro modo, vocês se sentiriam sozinhos e tão vulneráveis que vocês iriam desanimar-se e render-se à persuasão daqueles que buscam ganhar controle de vocês e do seu mundo.

Agora nós gostaríamos de dizer algo sobre o indivíduo que está recebendo essa comunicação. Marshall Vian Summers não é simplesmente um homem que foi escolhido involuntariamente para uma grande tarefa. Ele foi enviado ao mundo com esse propósito. Ele é um homem que foi enviado com uma missão Divina, para ajudar a preparar a humanidade para os seus encontros com a Comunidade Maior e para representar o Ensinamento da Comunidade Maior no mundo, um ensinamento dentro do Caminho do Conhecimento da Comunidade Maior.

Há muitos anos atrás, houve uma tentativa de nossa parte de alcançá-lo diretamente. Ele foi chamado à uma localidade em uma área montanhosa e foi preparado para o contato conosco. Vários membros do nosso grupo fizeram a perigosa jornada para dentro desse mundo, mas infelizmente a missão deles nunca foi completada. Uma vez que eles foram descobertos pela Intervenção, eles tiveram que destruir a si mesmos e a sua nave, não deixando para trás nenhuma evidência da nossa presença no mundo. Isso marcou um grande fracasso. E a perda de quatro indivíduos muito preciosos. Agora só restaram cinco de nós. E nós estamos, novamente, enfrentando grande perigo.

A preparação para o nosso contato com esse indivíduo foi longa e com muitos atrasos. Primeiro, ele tinha que se tornar o recebedor para o Ensino da Comunidade Maior. Ele tinha que se tornar o primeiro estudante desse Ensino. Daí ele tinha que tomar uma posição a partir da qual ele poderia representar esse novo limiar de entendimento para a humanidade. Certas pessoas foram chamadas para auxiliá-lo, das quais nem todas puderam fazê-lo. Muitos desses atrasos, que foram grandemente além do controle dele, atrasaram a nossa apresentação. É por isso que nós estamos atrasados em lhes dar os nossos discursos e os nossos relatórios.

Tem sido um grande desafio para esse indivíduo receber e aceitar tal responsabilidade. Ele não pediu por isso. No entanto ele nasceu com isso. E com todos os atrasos, a chance de sucesso se tornou mais uma preocupação para nós. É por isso que nesse momento nós precisamos falar com grande ênfase. E precisamos repetir a nossa mensagem essencial para que possamos nos certificar de que ela está sendo ouvida e compreendida. Ela é preciosa a cada mês e a cada ano agora.

A cada mês e a cada ano que a humanidade permanece despreparada para a Comunidade Maior, a situação fica mais difícil e mais grave. Por duas vezes tivemos que mudar a nossa posição em seu sistema solar. Não podemos contar mais do que isso, pois não queremos dar evidências da nossa presença aos seus adversários.

Em nossas próprias histórias, para aqueles de nós que permanecem, foi igualmente difícil apresentar uma mensagem muito similar para as nossas próprias culturas. Nós fomos recebidos com incredulidade, zombaria, choque. A idéia de que nossos mundos poderiam sofrer intervenção por forças que não eram amigáveis a nós, foi algo para o qual as nossas raças estavam totalmente despreparadas. Nós acreditávamos, como vocês também, que estávamos vivendo em um estado de isolamento, que nós éramos privilegiados e que tínhamos as graças dos poderes Divinos. Nós só podíamos supor que as visitações iniciais, que foram executadas tão secretamente como elas são em seu mundo, eram para um benefício maior. Essa era a nossa suposição. Uma preparação real só pôde começar quando um grupo tal como nós encontrou e aconselhou certos indivíduos em nossos respectivos mundos, a fim de entregar um alerta e uma conscientização.

Contudo nós precisamos continuar enfáticos em nossa confiança de que ainda existe tempo para a humanidade neutralizar e parar a Intervenção. No entanto, para que isso aconteça, esse indivíduo precisa ser reconhecido e auxiliado. Vocês devem falar ousadamente em nome dessa mensagem que estamos dando, e vocês devem auxiliá-lo em falar em nome dela. Ele tem muito pouco apoio no mundo. Existem grandes obstáculos. A Intervenção está ciente dele e mesmo nesse momento está buscando frustrá-lo.

Essa mensagem que nós estamos transmitindo a vocês foi confiada a este indivíduo para entregar a vocês em uma forma pura, da forma mais pura possível. Nós temos confiança que ele conseguiu fazer isso. Ele também recebeu o Ensino da Comunidade Maior, que é a única preparação no mundo para preparar as pessoas para um Caminho do Conhecimento da Comunidade Maior.

Nos sentimos muito honrados de poder apresentar essa informação. E lamentamos os muitos atrasos que nos impediram de dar essa informação mais cedo. Nós estamos trabalhando contra forças poderosas, e precisamos aguardar a prontidão daqueles que podem nos receber e que podem plantar as sementes que estamos apresentando aqui nestes Relatórios.

Nós transmitimos o que acreditamos ser o essencial para o seu bem-estar e a sua sobrevivência. Nós deixamos de fora muitas outras coisas que vocês talvez fossem achar muito fascinantes, mas que não são fundamentais para a sua necessidade. Nós nos preocupamos muito em não turvar a questão essencial com detalhes não essenciais. E de fato, detalhes demais simplesmente tornam a nossa comunicação parecer mais inexplicável.

Nós falamos em nome de seus aliados, que existem em número considerável e que representam muitas raças. Todos nós, sendo em nove indivíduos, viemos de mundos diferentes, e contudo compartilhamos a mesma missão porque nós somos fortes com o Conhecimento. Nós queremos para a humanidade aquilo que queremos para nós mesmos, que é a auto-suficiência, a criatividade, a liberdade contra intrusões e a vida sem conflitos e guerras. O direito de se estar em vida para alcançar um propósito maior e responder a um chamado maior que o Criador deu à todos como um potencial – é isso que nós buscamos afirmar para nós mesmos e para a família humana. Contudo, e como é o caso em seu mundo, existem forças e persuasões poderosas que se colocam no meio do caminho dessa descoberta e realização. Então nós trabalhamos por trás dos bastidores para defender a liberdade e o Conhecimento em todos os seres sencientes, até mesmo nos Coletivos, até mesmo nos impérios que são agressivos e destrutivos, até mesmo nos indivíduos desonestos e sem escrúpulos.

Nós temos ciência de muitas raças no universo que demonstram o Conhecimento e a falta de Conhecimento. Vocês terão a oportunidade de aprender sobre essas coisas no futuro se vocês puderem assegurar a sua liberdade agora. A humanidade está senão no início das suas grandes realizações. No entanto, a sua atual imprudência, os seus conflitos tribais e a sua degradação ambiental, todas essas coisas ameaçam a possibilidade de vocês terem a chance de conquistar uma condição maior de vida para o seu povo.

A Intervenção agora parece uma intrusão rude em uma situação que já é difícil. Mas como tantas vezes é o caso, as grandes demonstrações da natureza provam ser redentoras se puderem ser reconhecidas e utilizadas conformemente e adequadamente. Aquilo que parece ofuscar a humanidade é a única coisa que pode unir a humanidade e trazer um fim aos conflitos tribais. Cada pessoa no mundo deve aprender sobre a Comunidade Maior e a verdade sobre a Intervenção no mundo. Elas devem aprender sobre a Intervenção antes dela realizar a sua ocupação. Qualquer progresso a esse respeito é uma bênção. Qualquer fracasso a esse respeito prejudica toda a vida em seu mundo.

Embora a um indivíduo tenha sido dado o fardo e o privilégio de trazer a nossa mensagem ao mundo e de receber o Ensinamento da Comunidade Maior, vai depender de muitas, muitas pessoas em muitas culturas para compartilharem esse entendimento e essa preparação e para traduzí-lo em muitas línguas diferentes em seu mundo. A necessidade por liberdade e o desejo por liberdade são universais. Essencialmente a nossa mensagem e O Caminho do Conhecimento resumem-se em liberdade – a liberdade de viver livremente em seu próprio mundo sem servidão à outra raça e sem intrusão ou intervenção de outra raça, e a liberdade de encontrar o Conhecimento e de realizar-se em sua grande jornada aqui na vida física. Tudo resume-se em liberdade.

Quando os líderes religiosos do mundo e os líderes políticos do mundo reconhecerem que possuem um interesse fundamental em comum e uma missão em comum de defender a família humana, então eles poderão aplicar todos os seus recursos a esse respeito. Isso irá ofuscar grandemente as suas discordâncias e hostilidades uns para com os outros.

A questão então para você é, você é livre para saber essas coisas das quais estamos falando? Você é livre para responder? Você é livre para falar ousadamente contra a Intervenção? O ensino sobre liberdade começa agora mesmo. Esse é o primeiro passo.

Esse não é um tempo para ambivalência ou complacência. Esse não é um tempo para simplesmente se projetar queixas e desconfiança sobre o mundo. À medida que a humanidade estiver dividida e ignorante sobre a vida além das suas fronteiras, na mesma medida ela está vulnerável e sem uma segurança real. A sua oposição uns aos outros é improcedente. A verdade é: vocês não possuem defesa contra o exterior.

Caso vocês defendam com sucesso o seu direito de ser a raça superior nesse mundo e de viver com liberdade e cultivar a liberdade dentro da família humana e dentro das sociedades humanas, então vocês terão a oportunidade de encontrar e conhecer os seus aliados. Isso será uma grande revelação e um senso de retorno ao lar para vocês. Até lá, há um grande trabalho a ser feito. E cada pessoa tem a possibilidade de fazer esse grande trabalho.