SEGUNDO RELATORIO: O desafio à liberdade humana

A humanidade está chegando a um período muito perigoso e importantíssimo em seu desenvolvimento coletivo. Vocês estão no ponto de emergir numa Comunidade Maior de vida inteligente. Vocês encontrarão outras raças de seres que vêm ao seu mundo para proteger os interesses deles e descobrir quais oportunidades a eles são oferecidas. Eles não são anjos ou seres angelicais. Não são entidades espirituais. São seres que vêm ao seu mundo para apropriar-se de seus recursos naturais, criar alianças e tirar proveito de um mundo emergente. Eles não são diabólicos. Eles não são santos. Neste sentido, eles se parecem muito com vocês. Simplesmente são levados por suas necessidades, suas associações, suas crenças e seus objetivos coletivos.

É um tempo importantíssimo para a humanidade, mas a humanidade não está preparada. A partir do nosso ponto de vista, podemos ver isto numa escala maior. Não nos metemos na vida quotidiana das pessoas no mundo. Não tentamos persuadir governos ou reivindicar determinados pedaços do mundo ou determinados recursos que existem aqui. Ao invés disso, observamos, e desejamos relatar o observado, pois esta é nossa missão aqui.

Os Não-Vistos nos contaram que há muitas pessoas atualmente que sentem uma estranha inquietação, uma vaga sensação de urgência, uma sensação que algo vai acontecer e que algo deve ser feito. Talvez não há nada dentro da esfera de sua vivência quotidiana que justifica estas sensações profundas, que verifica a importância destas sensações, ou que substancializa a expressão delas. Nós compreendemos isso porque nós mesmos passamos por coisas parecidas durante nossas histórias. Representamos várias raças reunidas em nossa pequena aliança para apoiar a emergência do Conhecimento e da Sabedoria no universo, especialmente com raças que estão ao limiar de emergir na Comunidade Maior. Estas raças emergentes são particularmente vulneráveis à influência e manipulações estrangeiras. Elas tendem particularmente a mal-entender sua situação e com boa razão, pois como poderiam compreender o significado e a complexidade da vida dentro da Comunidade Maior? Por isso queremos fazer nosso pequeno papel na preparação e na educação da humanidade.

Em nosso primeir discurso, demos uma ampla descrição do envolvimento dos visitantes em quatro setores de atividades. O primeiro setor é a influência sobre pessoas importantes em cargos de poder nos governos e na direção de instituições religiosas. O segundo setor de influência é sobre pessoas que são espiritualmente inclinadas e que querem se abrir aos poderes maiores que há no universo. No terceiro setor de envolvimento, os visitantes constroem estabelecimentos no mundo em lugares estratégicos, perto de centros populacionais, aonde sua influência no Ambiente Mental pode ser aplicada. E finalmente, falamos de seu programa de cruzamento com a humanidade, uma programa que já está em andamento faz bastante tempo.

Compreendemos como estas notícias podem perturbar e talvez decepcionar muitas pessoas que tinham grandes esperanças e expectativas, que os visitantes do além iam trazer bençãos e grandes benefícios à humanidade. Talvez é natural supor e esperar estas coisas, mas a Comunidade Maior na qual a humanidade está emergindo, é um ambiente difícil e competitivo, particularmente em áreas do universo onde muitas raças diferentes competem entre si e interagem para trocas e comércio. Seu mundo existe em tal área. Isto pode lhes parecer incrível porque vocês sempre achavam que vivem isolados, sós dentro da imensidão vazia do espaço. Mas na verdade vocês vivem dentro de uma área habitada do universo, onde a troca e o comércio têm sido estabelecidos e onde as tradições, as interações e as associações são todas de longa data. O que é a favor de vocês, é o mundo lindo que vocês habitam – um mundo de grande diversidade biológica, um lugar magnífico em contraste à dureza de muitos outros mundos.

No entanto, por causa disso sua situação fica urgente e envolve um perigo real, porque vocês possuem o que muito outros querem por si mesmos. Os visitantes não estão tentando lhes destruir mas obter sua lealdade e sua aliança, a fim que eles possam se beneficiar de sua exitência no mundo e suas atividades aqui.

Vocês estão emergindo num conjunto maduro e complicado de circunstâncias. Aqui vocês não podem ser infanteis, e acreditar e esperar as bençãos de todos que vocês encontram. Vocês devem se tornar sábios e aprender a discernir, como nós tivemos que nos tornar sábios e aprender a discernir através das nossas difíceis histórias. A humanidade terá agora que aprender sobre as vias da Comunidade Maior, sobre as complexidades na interação entre raças, sobre as complexidades no comércio e sobre as súteis manipulações das associações e das alianças que são estabelecidas entre mundos. É um tempo difícil mas importante para a humanidade, um tempo muito promissor se a humanidade pode assumir uma verdadeira preparação.

Neste nosso segundo discurso, queremos entrar em mais detalhe sobre a intervenção nos assuntos humanos por vários grupos de visitantes, o que isto pode significar para vocês e o que lhes será exigido. Não viemos para suscitar medo mas para provocar um senso de responsabilidade, para engendrar uma consciência maior e encorajar a preparação à vida que vocês estão entrando, uma vida maior mas também uma vida com problemas maiores e desafios maiores.

Fomos mandados aqui pelo poder espiritual e a presença dos Não-Vistos. Podem pensar neles de uma maneira amistosa como sendo anjos, mas na Comunidade Maior, o papel deles é maior e a participação e as alianças deles são profundas e penetrantes. O poder espiritual deles existe para abençoar os seres sencientes em todos os mundos e em toda parte, e para encorajar o desenvolvimento do Conhecimento e da Sabedoria mais profundos que tornarão possível a aparição pacífica de relações entre os mundos e dentro dos mundos. Estamos aqui em nome deles. Nos pediram para vir aqui. E são eles que nos entregaram muitas das informações que possuímos, informações que não podíamos juntar sozinhos. Com eles, aprendemos muito sobre sua natureza. Aprendemos muito sobre suas habilidades, suas forças, suas fraquezas e sua grande vulnerabilidade. Podemos entender essas coisas porque os mundos dos quais originamos passaram por este grande limiar de emergência na Comunidade Maior. Nós aprendemos muito e sofremos muito por causa dos nossos erros, erros que esperamos a humanidade possa evitar.

Por conseguinte não vimos somente com as nossas experiências, mas com uma consciência profunda e um senso de objetivo que nos foram dados pelos Não-Vistos. Vigiamos seu mundo a partir de um lugar próximo, e observamos as comunicações daqueles que lhes estão visitando. Conhecemos a identidade deles. Sabemos de onde eles vêm e porque eles estão aqui. Não estamos rivalizando com eles, pois não estamos aqui para explorar o mundo. Nós nos consideramos os Aliados da Humanidade, e esperamos que vocês nos verão assim eventualmente, porque é isso que nós somos. E mesmo que não podemos prová-lo, esperamos demonstrá-lo através das nossas palavras e através da sabedoria dos nossos conselhos. Desejamos preprará-los para o que está adiante. Vimos em nossa missão com uma sensação de urgência, porque a humanidade está muito atrasada em sua preparação para a Comunidade Maior. Há dezenas de anos, numerosas tentativas foram feitas para entrar em contato com os seres humanos e prepará-los para o seu futuro, mas elas não foram bem sucedidas. Somente algumas pessoas puderam ser contatadas, e segundo o que nos foi relatado, muitos desses contatos foram mal-interpretados e utilizados por outros para objetivos diferentes.

Portanto fomos mandados no lugar daqueles que vieram antes de nós para oferecer nossa ajuda à humanidade. Trabalhamos juntos por nossa causa comum. Não representamos um grande poder militar mas sim, uma aliança secreta e sagrada. Não queremos ver acontecer em seu mundo o tipo de coisas que são praticadas na Comundade Maior. Não queremos ver a humanidade se tornar num estado cliente de uma rede maior de poderes estrangeiros. Não queremos ver a humanidade perder sua liberdade e autodeterminação. São riscos reais. Por esta razão lhes encorajamos a considerar seriamente nossas palavras, sem medo se for possível, e com o tipo de convicção e determinação que residem, o sabemos, em todos os corações humanos.

Hoje, amanhã e no tempo adiante, muitas atividades estão e estarão em andamento paraestabelecer uma rede de influência sobre a raça humana por aqueles que estão visitando o mundo para seus próprios fins. Eles sentem que vêm aqui salvar o mundo da humanidade. Alguns acreditam até que estão aqui para salvar a humanidade de si mesma. Eles se sentem justificados e não acreditam que suas atividades são inadequadas ou imorais. De acordo com a ética deles, eles fazem o que é considerado razoável e importante. Contudo, tal aproximação não pode ser justificada por nenhum ser que ama a liberdade.

Observamos as atividades crescentes dos visitantes. Cada ano há mais deles aqui. Eles vêm de longe. Eles trazem provisões. Eles intensificam seus engajamento e envolvimento. Eles estabelecem postos de comunicação em muitos lugares do seu sistema solar. Eles observam todas suas incursões iniciais no espaço, e vão frustrar e acabar com tudo o que considerarem perturbador das atividades deles. Eles procuram estabelecer o controle, não somente sobre seu mundo, mas também na região que o cerca. É que há aqui forças em competição. Cada uma delas representa uma aliança de várias raças.

Vamos nos dirigir ao último dos quatro setores de atividades das quais falamos em nosso primeiro discurso. Isto tem a ver com o programa de cruzamento dos visitantes com a espécie humana. Permitam-nos lhes repassar um pouco de história primeiro. Muitos milhares de anos atrás, em seu tempo, várias raças vieram se cruzar com a humanidade para conferi-la maiores inteligência e adaptabilidade. Isto levou à emergência meio repentina daquilo que entendemos ser chamado de “o Homem Moderno”. Isto lhes deu dominância e poder dentro de seu mundo. Isto aconteceu há muito tempo.

No entanto, o programa de cruzamento que está em andamento agora não é nada parecido. Está sendo realizado por uma conjunto diferente de seres e por outras alianças. Estes seres procuram criar um ser humano que se associará a eles por hibridação mas que terá a capacidade de sobreviver no seu mundo e uma afinidade natural com ele. Seus visitantes não podem viver na superfície da Terra. Eles devem se abrigar debaixo da terra, o que fazem, ou eles têm que viver a bordo de suas naves espaciais que eles guardam muitas vezes escondidas em grandes volumes de água. Eles querem se cruzar com a humanidade para proteger seus interesses aqui, que consistem principalmente dos recursos de vosso mundo. Eles querem se assegurar da lealdade humana, e por isso eles se engajam há várias gerações num programa de hibridização, fato que tem sido bastante extenso durante os últimos vinte anos.

Eles têm dois objetivos: primeiro como mencionado anteriormente, os visitantes querem criar um ser de aparência humana capaz de viver dentro de vosso mundo, mas que terá laços a eles e que possuirá uma sensibilidade maior e um conjunto superior de habilidades. O segundo objetivo deste programa é influenciar todos aqueles que encontrarem e incentivar as pessoas a ajudá-los em seu empreendimento. Os visitantes querem e precisam da assistência humana. Isto favorece o programa deles de todos os modos. Eles os consideram preciosos. Porém não os consideram como pares ou iguais. Eles os vêem como úteis. Então em todos aqueles com quem eles se encontrarem e em todos aqueles que eles seqüestrarem, os visitantes tentarão gerar este sentido da sua superioridade, do seu valor, e do mérito e do significado dos seus esforços na Terra. Os visitantes dirão a todos que contatam que estão aqui para realizar coisas boas, e eles assegurarão aos que capturam que eles não precisam ter medo. E com os que parecerem particularmente receptivos, tentarão estabelecer alianças – um sentido de objetivo comum, até mesmo um sentido de identidade e família comuns, de herança e destino comuns.

Como parte de seu programa, os visitantes têm estudado a fisiologia e a psicologia humanas exaustivamente, e eles tirarão proveito do que as pessoas querem, em particular as coisas que as pessoas desejam mas não foram capazes de conseguir por si mesmas, coisas como paz e ordem, beleza e tranquilidade. Eles oferecerão estas coisas, e algumas pessoas acreditarão. Outras serão simplesmente usadas como for necessário.

Vocês devem entender que os visitantes acreditam que eles agem adequadamente para preservar o mundo. Eles acham que estão prestando um grande serviço à humanidade, eles são então totalmente empenhados em suas persuasões. Infelizmente, isto demonstra uma grande verdade sobre a Comunidade Maior – que a verdadeira Sabedoria e o verdadeiro Conhecimento são tão raros no universo quanto vocês devem achar do seu mundo. É natural vocês esperarem e terem a expectativa que as outras raças tenham superado a desonestidade, as perseguições egoístas, a competição e o conflito. Mas infelizmente, não é o caso. Uma tecnologia superior não eleva a força mental e espiritual dos indivíduos.

Atualmente há muitas pessoas que são levadas contra suas vontades repetidamente. Porque a humanidade é muito supersticiosa e procura negar o que não entende, esta atividade lamentável está sendo conduzida com bastante êxito. Mesmo neste momento, existem indivíduos híbridos, parte humanos e parte extraterrestres, que vivem entre vocês. Não há muitos deles, mas o número crescerá no futuro. Talvez você encontre um deles algum dia. Eles se parecerão com vocês, mas serão diferentes. Vocês pensarão que são seres humanos, mas algo essencial parecerá faltar neles, algo que tem valor no seu mundo. É possível reconhecer e identificar estes indivíduos, mas para isso vocês precisarão se tornar hábeis no Ambiente Mental e aprender o que o Conhecimento e a Sabedoria significam na Comunidade Maior.

Consideramos que aprender isso é o mais importante, porque todos nós vemos o que está acontecendo em seu mundo da nossa posição estratégica, e os Não-Vistos nos aconselham sobre coisas que não podemos enxergar ou às quais não temos acesso. Compreendemos estes acontecimentos porque eles já ocorreram inúmeras vezes na Comunidade Maior, quando influência e persuasão são aplicadas sobre raças que são fracas demais ou vulneráveis demais para reagir eficazmente.

Esperamos e acreditamos que nenhum de vocês, que talvez venham a ouvir esta mensagem, pensará que estas intrusões na vida humana são benéficas. Aqueles que são afetados serão influenciados a pensar que estes encontros são benéficos, ambos para eles mesmos e para o mundo. Os visitantes se dirigirão às aspirações espirituais das pessoas, ao desejo delas para paz e harmonia, família e inclusão. Estas coisas, que representam algo tão especial da família humana, são sem Sabedoria e preparação, um indício da sua grande vulnerabilidade. Somente os indivíduos fortes com Conhecimento e Sabedoria poderão enxergar o engano atrás destas persuasões. Só eles têm condições para enxergar o engano que está sendo perpetrado sobre a família humana. Só eles podem proteger suas mentes da influência que está sendo exercida sobre o Ambiente Mental em tantos lugares no mundo hoje em dia. Somente eles enxergarão e saberão.

Nossas palavras não serão suficientes. Homens e mulheres devem aprender a ver e saber. Só podemos encorajar isto. Nossa vinda à Terra se produziu em paralelo à apresentação do ensinamento da Espiritualidade da Comunidade Maior; a preparação chegou agora e por isso podemos ser uma fonte de encorajamento. Se a preparação não estivesse aqui, saberíamos que os nossos conselhos e o nosso encorajamento não seriam adequados e não teriam êxito. O Criador e os Não-Vistos querem preparar a humanidade para a Comunidade Maior. De fato, é a mais importante necessidade da humanidade neste momento.

Conseqüentemente, os encorajamos a não acreditar que o fato de alienígenas seqüestrarem seres humanos, suas crianças e suas famílias, apresenta qualquer vantagem para a humanidade. Insistimos nesse ponto. Sua liberdade é preciosa. Sua liberdade individual e sua liberdade como raça são preciosas. Demorou tanto tempo para ganharmos a nossa novamente. Não queremos vê-los perder a sua.

O programa de cruzamento que está acontecendo no mundo, continuará. A única maneira que ele pode ser detido é se as pessoas adquirem esta consciência maior e este sentido de autoridade interior. Somente isto acabará com estas intrusões. Somente isto desvendará o engano atrás delas. É difícil para nós imaginar o quão horríveis estas intrusões devem ser para seu povo, para aqueles homens e mulheres, aquelas crianças que estão sendo submetidos a este tratamento, a esta re-educação, a esta pacificação. De acordo com os nossos valores, tudo isto parece abominável, e no entanto sabemos que estas coisas sobrevêm na Comunidade Maior e que elas ocorrem desde épocas imemoráveis.

Talvez as nossas palavras gerem cada vez mais perguntas. Isto é saudável e natural, mas não podemos responder a todas suas perguntas. Vocês precisam achar os meios para obter as respostas por si mesmos. Mas vocês não podem conseguir isto sem preparação e sem orientação. Pelo que entendemos, no tempo presente, a humanidade como um todo, não sabe diferenciar entre uma demonstração da Comunidade Maior e uma manifestação espiritual. Assim a situação fica realmente difícil, porque seus visitantes podem projetar imagens, podem falar com pessoas através do Ambiente Mental e as vozes deles podem ser ouvidas e expressadas através de outras pessoas. Eles conseguem exercer este tipo de influência porque a humanidade ainda não tem este tipo de perícia nem este tipo de discernimento.

A humanidade não é unida. Ela é fraturada. Ela está em conflito consigo mesma. Isso os deixa extremamente vulneráveis à intervenção e à manipulação de fora. Seus visitantes entendem que seus desejos e suas inclinações espirituais os deixam particularmente vulneráveis e passíveis de utilização. É muito difícil adquirir uma verdadeira objetividade a respeito desses assuntos. Foi um grande desafio mesmo lá de onde nós viemos. Mas aqueles que desejam ficar livres e exercer sua autodeterminação no seio da Comunidade Maior devem desenvolver estas capacidades, e devem conservar seus próprios recursos naturais, para evitar ter que obtê-los de outros. Se seu mundo perder sua auto-suficiência, perderá muita liberdade. Se vocês tiverem que viajar longe, no espaço, para procurar recursos necessários para viver, vocês então cederão muito do seu poder aos outros. Os recursos do seu mundo diminuem rapidamente e isto gera em nós, observadores longínquos, profunda preocupação. Isto também deixa seus visitantes preocupados, pois querem prevenir a destruição do seu meio ambiente, não para vocês mas para eles mesmos.

O programa de cruzamento só tem um objetivo: permitir os visitantes a estabelecer uma presença e uma influência controladora sobre o mundo. Não pensem que os visitantes necessitam de alguma coisa de vocês além de seus recursos. Não pensem que eles necessitam a sua humanidade. Eles só querem a sua humanidade para assegurar a posição deles no mundo. Não se sintam elogiados. Não se entreguem a tais pensamentos. Eles são indevidos. Se vocês puderem aprender a discernir a situação claramente, como ela é, vocês verão e entenderão estas coisas por si mesmos. Vocês compreenderão a razão da nossa presença aqui e porque a humanidade precisa de aliados numa Comunidade Maior de vida inteligente. E vocês enxergarão a importância de adquirir um Conhecimento e uma Sabedoria maiores, e de aprender a Espiritualidade da Comunidade Maior.

Emergindo num ambiente onde estas coisas se tornam indispensáveis para o sucesso, para a liberdade, para a felicidade e para a força, vocês necessitarão um Conhecimento e uma Sabedoria maiores a fim de se estabelecerem como uma raça independente na Comunidade Maior. Porém no tempo presente vocês perdem sua independência a cada dia. E talvez vocês não enxerguem a perda da sua liberdade, embora talvez vocês a sintam de alguma maneira. Como poderiam vê-la? Vocês não podem sair do seu mundo e observar o que acontece em volta dele. Vocês não têm acesso às atividades políticas e comerciais das forças alienígenas que estão agindo no mundo atualmente para poder entender sua complexidade, sua ética ou seus valores.

Nunca acreditem que uma raça que viaja pelo espaço para fins comerciais é espiritualmente avançada. Os que procuram o comércio, procuram o lucro. Os que viajam de um mundo ao outro, os que são exploradores de recursos, os que procuram plantar sua própria bandeira, não são o que vocês considerariam espiritualmente avançados. Nós não os consideramos espiritualmente avançados. Há o poder mundano, e há o poder espiritual. Vocês são capazes de entender a diferença entre os dois, e agora é necessário fazer essa distinção no contexto de um ambiente maior.

Vimos então com um senso de compromisso e queremos lhes encorajar vigorosamente a preservar a sua liberdade, a se tornar fortes e capazes de discernir, e a não ceder às persuasões ou às promessas de paz, poder e participação daqueles que vocês não conhecem. Não se deixem tranquilizar achando que tudo terminará bem para a humanidade ou para a sua própria pessoa, pois isso não é sábio. Os Sábios em qualquer lugar devem aprender a ver a realidade da vida em sua volta e a transpor esta vida por uma via benéfica.

Portanto, recebam o nosso encorajamento. Falaremos de novo sobre estes assuntos e ilustraremos a importância de adquirir discernimento e discrição. E falaremos mais sobre o envolvimento de seus visitantes no mundo em áreas que são importantíssimas para vocês entender. Esperamos que possam receber nossas palavras.

Relatório 2 – o desafio à liberdade humana em PDF

One thought on “SEGUNDO RELATORIO: O desafio à liberdade humana

  1. Pingback: Os Aliados da Humanidade – livro 1 | Os Aliados da Humanidade – PT

Comments are closed.