QUARTO RELATÓRIO: Manipulação das tradições e das crenças religiosas

Para compreender as atividades dos visitantes no mundo atualmente, precisamos lhes apresentar mais informações acerca da influência deles sobre as instituições religiosas e os valores religiosos do mundo, e sobre os impulsos espirituais fundamentais que são comuns a sua natureza e que, em muitos sentidos, são comuns a vida inteligente em muitas partes da Comunidade Maior.

Devemos começar informando que as atividades que os visitantes estão conduzindo no mundo atualmente foram praticadas muitas vezes antes, em muitos lugares diferentes e com muitas culturas diferentes na Comunidade Maior. Seus visitantes não são os criadores destas atividades, eles simplesmente as usam segundo seu próprio critério, e já as usaram muitas vezes antes.

É importante que vocês compreendam que técnicas de influência e manipulação foram desenvolvidas chegando a um nível muito alto de funcionalidade na Comunidade Maior. À medida que raças se tornam mais hábeis e capazes tecnologicamente, elas exercem tipos de influência mais sutis e mais penetrantes umas sobre as outras. Até agora, os seres humanos só evoluíram competindo entre si, então vocês ainda não possuem esta vantagem adaptativa. Esta é uma das razões pela qual estamos apresentando este material a vocês. Vocês estão entrando num novo conjunto de circunstâncias que exige não só o desenvolvimento de suas capacidades inerentes como também o aprendizado de novas habilidades.

Embora a humanidade represente uma situação única, o emergir na Comunidade Maior já aconteceu inúmeras vezes com outras raças. Portanto, o que está sendo perpetrado sobre vocês já foi feito anteriormente. Isto foi altamente desenvolvido e agora está sendo adaptado à sua vida e à sua situação, temos a impressão, com relativa facilidade.

O Programa de Pacificação que está sendo implementado pelos visitantes está tornando isto possível, em parte. O desejo por relações pacíficas e o desejo de evitar guerras e conflitos são admiráveis, mas eles podem ser, e de fato estão sendo, utilizados contra vocês. Mesmo seus impulsos mais nobres podem ser utilizados para outros fins. Vocês viram isso em sua própria história, em sua própria natureza e em suas próprias sociedades. A paz só pode ser estabelecida sobre uma fundação firme de sabedoria, cooperação e verdadeira capacidade.

Naturalmente, a humanidade tem se preocupado em estabelecer relações pacíficas entre suas próprias tribos e nações. Porém, agora ela enfrenta um conjunto maior de problemas e desafios. Nós consideramos estas coisas como oportunidades para o seu desenvolvimento, porque somente o desafio de emergir na Comunidade Maior unirá o mundo, e lhes dará a fundação para essa unidade ser genuína, forte e eficaz.

Portanto, não viemos para criticar as suas instituições religiosas ou os seus impulsos e valores mais fundamentais, mas para ilustrar como eles estão sendo usados contra vocês por aquelas raças alienígenas que estão intervindo no seu mundo. E se estiver dentro do nosso poder, queremos lhes encorajar a empregar corretamente os seus dons e suas realizações para a preservação do seu mundo, da sua liberdade e da sua integridade como raça dentro do contexto de uma Comunidade Maior.

Os visitantes são fundamentalmente práticos em sua abordagem. Isto é tanto um ponto forte como uma fraqueza. Nossas observações a respeito deles, tanto aqui como em outros lugares, nos permitem ver que é difícil para eles se desviarem de seus planos. Eles não se adaptam muito bem a mudanças, nem conseguem lidar muito bem com a complexidade. Portanto, eles executam seus planos de uma maneira quase descuidada, pois acham que estão corretos e que possuem a vantagem. Eles não acreditam que a humanidade montará uma resistência contra eles – pelo menos não uma resistência que os afetará muito. E eles acham que seus segredos e sua agenda estão bem escondidos e além da compreensão humana.

Sob esta ótica, a nossa atividade em apresentar este material a vocês nos torna inimigos deles, certamente aos olhos deles. Porém, a partir da nossa perspectiva, estamos somente tentando neutralizar a influência deles, e dar a vocês o entendimento que precisam e a perspectiva na qual vocês devem depender para preservar a sua liberdade como raça, e para lidar com as realidades da Comunidade Maior.

Por causa da natureza prática da abordagem deles, os visitantes querem atingir seus objetivos com a maior eficiência possível. Eles desejam unir a humanidade, mas somente de acordo com a própria participação e atividades deles no mundo. Para eles, a unidade humana é uma questão prática. Eles não dão valor à diversidade de culturas; eles certamente não a valorizam em suas próprias culturas. Portanto, eles tentarão erradicar ou minimizar esta diversidade, se for possível, em qualquer lugar onde eles estejam exercendo influência.

Em nosso discurso anterior, comentamos sobre a influência dos visitantes em novas formas de espiritualidade – em novas ideias e novas expressões da divindade humana e da natureza humana que existem em seu mundo atualmente. Em nosso discurso agora, gostaríamos de focar nos valores e instituições tradicionais que os seus visitantes buscam influenciar e que estão influenciando atualmente.

Nos seus esforços para promover a uniformidade e a conformidade, os visitantes contarão com aquelas instituições e aqueles valores que acham ser os mais estáveis e práticos para seu uso. Eles não estão interessados nas suas ideias, e eles não estão interessados nos seus valores, exceto na medida em que estas coisas possam promover a agenda deles. Não se enganem em pensar que eles estão atraídos pela sua espiritualidade, porque eles mesmos são desprovidos de tais coisas. Isto seria um erro insensato e talvez fatal. Não pensem que os visitantes estão encantados com a vida de vocês e com aquelas coisas que intrigam vocês. Porque somente em casos raros vocês poderão influenciar os visitantes desta maneira. Toda a curiosidade natural foi eliminada geneticamente deles e muito pouco permanece. De fato, há muito pouco daquilo que vocês poderiam chamar de “Espírito”, o que nós chamamos de “Varne” ou “O Caminho da Percepção”. Eles são controlados e são controladores, e seguem padrões de pensamento e comportamento solidamente estabelecidos e rigorosamente reforçados. Eles podem parecer simpatizar com as suas ideias, mas isto é somente para ganhar a lealdade de vocês.

Nas instituições religiosas tradicionais em seu mundo, os visitantes tentarão utilizar aqueles valores e aquelas crenças fundamentais que podem servir para ganhar a lealdade de vocês no futuro. Deixem-nos dar alguns exemplos, nascidos tanto de nossas próprias observações como da visão que os Não-Vistos nos comunicaram ao longo do tempo.

Muitos em seu mundo adotam a fé cristã. Pensamos que isto é admirável, embora certamente não seja a única abordagem sobre as questões fundamentais de identidade espiritual e propósito na vida. Os visitantes utilizarão a ideia fundamental de lealdade a um líder único a fim de gerar lealdade à causa deles. Dentro do contexto dessa religião, a identificação com Jesus Cristo será muito utilizada. A esperança e a promessa de seu retorno ao mundo oferecem aos seus visitantes uma oportunidade perfeita, em particular neste momento decisivo do milênio.

É nosso entendimento que o verdadeiro Jesus não voltará ao mundo, pois ele trabalha juntamente com os Não-Vistos e serve a humanidade e outras raças também. Aquele que virá alegando o nome dele, virá da Comunidade Maior. Ele será alguém que nasceu e foi criado geneticamente com este propósito pelos coletivos presentes no mundo atualmente. Ele parecerá humano e terá habilidades consideráveis comparadas ao que vocês conseguem fazer neste momento. Ele aparentará ser completamente altruísta. Ele será capaz de fazer coisas que produzirão medo ou uma grande reverência. Ele será capaz de projetar imagens de anjos, demônios ou qualquer coisa à qual os superiores dele quiserem lhes expor. Ele parecerá ter poderes espirituais. Contudo, ele virá da Comunidade Maior, e será parte do coletivo. E ele gerará lealdade para ser seguido. Com o passar do tempo, ele irá apoiar a alienação ou destruição daqueles que não puderem seguí-lo.

Os visitantes não se importam com quantas pessoas forem destruídas desde que eles tenham uma lealdade primária entre a maioria.

Portanto, os visitantes se concentrarão naquelas ideias fundamentais que lhes dão esta autoridade e influência.

Os seus visitantes estão, então, preparando uma “Segunda Vinda”. As provas disso já estão no mundo, pelo que sabemos. As pessoas não se dão conta da presença dos visitantes ou da natureza da realidade na Comunidade Maior, e então elas aceitarão naturalmente as suas crenças prévias sem questionamento, achando que chegou a hora do grande retorno de seu Salvador e Mestre. Mas aquele que virá, não virá das Hostes Celestiais, ele não representará o Conhecimento ou os Não-Vistos, e ele não representará o Criador ou a vontade do Criador. Nós vimos este plano ser formulado em seu mundo. Já vimos planos similares sendo executados em outros mundos.

Em outras tradições religiosas, os visitantes encorajarão a uniformidade – o que vocês podem considerar como um tipo fundamental de religião baseada no passado, baseada na fidelidade à autoridade e na conformidade à instituição. Isto serve aos visitantes. Eles não estão interessados na ideologia e nos valores de suas tradições religiosas, somente em sua utilidade. Quanto mais as pessoas pensarem da mesma forma, agirem da mesma forma e responderem de modos previsíveis, mais úteis elas serão para os coletivos. Esta conformidade está sendo promovida em muitas tradições diferentes. A intenção aqui não é torná-las todas uma coisa só, mas sim torná-las todas simples dentro de si mesmas.

Numa parte do mundo, uma ideologia religiosa em particular predominará; em outra parte do mundo, outra ideologia religiosa prevalecerá. Isto é inteiramente vantajoso para os visitantes, pois eles não se importam se há mais que uma religião contanto que haja ordem, conformidade e lealdade. Não tendo uma religião própria que vocês poderiam seguir ou com a qual vocês poderiam se identificar, eles usarão as suas religiões para gerar os próprios valores deles. Pois eles somente valorizam a lealdade total à causa deles e aos coletivos, e buscam a sua lealdade total para participar com eles nas maneiras que eles determinam. Eles assegurarão a vocês que isto trará a paz e a redenção ao mundo, e o retorno de qualquer imagem ou personagem religioso que se considera ter o maior valor aqui.

Isto não significa dizer que a religião fundamental é governada por forças alienígenas, pois entendemos que a religião fundamental foi bem estabelecida em seu mundo. O que estamos dizendo aqui é que os impulsos e os mecanismos para isto serão apoiados pelos visitantes e utilizados para servir aos propósitos deles. Portanto, todos que realmente creem em suas tradições devem tomar muito cuidado para discernir estas influências e neutralizá-las se possível. Aqui os visitantes não procuram convencer o cidadão médio no mundo; eles procuram convencer as lideranças.

Os visitantes acreditam firmemente que se não interferirem a tempo, a humanidade destruirá a si mesma e ao mundo. Isto não se baseia na verdade; é só uma suposição. Embora a humanidade esteja sob o risco de autodestruição, este não é necessariamente o seu destino. Mas os coletivos acham que este é o caso, e, portanto, eles devem agir depressa e se concentrar muito nos programas de persuasão deles. Aqueles que se deixarem convencer serão considerados úteis; os que eles não conseguirem convencer serão descartados e alienados. Caso os visitantes se tornem fortes o bastante para obter o domínio completo do mundo, aqueles que não se sujeitarem serão simplesmente eliminados. Mas os visitantes não cometerão a destruição eles mesmos. Isto será feito por meio dos próprios indivíduos no mundo que já caíram completamente sob a persuasão dos visitantes.

Este é um cenário terrível, nós sabemos, mas que não deve confundi-los se vocês entenderem e receberem o que estamos comunicando em nossas mensagens a vocês. Os visitantes não procuram aniquilar a humanidade, mas sim integrar a humanidade ao coletivo deles. Eles cruzarão com vocês para este propósito. Eles tentarão redirecionar os seus impulsos e as suas instituições religiosas para este propósito. Eles se estabelecerão no mundo clandestinamente para este propósito. Eles influenciarão governos e líderes governamentais para este propósito. Eles influenciarão os poderes militares no mundo para este propósito. Os visitantes estão confiantes que podem ser bem-sucedidos, pois até agora eles veem que a humanidade ainda não montou resistência suficiente para contrapor as ações deles ou neutralizar a agenda deles.

Para combater isto, vocês têm que aprender um Caminho do Conhecimento da Comunidade Maior. Qualquer raça livre no universo tem que aprender o Caminho do Conhecimento, seja como estiver definido dentro de suas próprias culturas. Isto é a fonte da liberdade individual. É isto que permite aos indivíduos e às sociedades terem uma verdadeira integridade e terem a sabedoria necessária para lidar com as influências que se opõem ao Conhecimento, tanto dentro de seus mundos como dentro da Comunidade Maior. Portanto é necessário que vocês aprendam novos caminhos, porque vocês estão entrando numa nova situação que contém novas forças e novas influências. De fato, isto não é uma possibilidade futura, mas um desafio imediato. A vida no universo não vai esperar a prontidão de vocês. Os acontecimentos vão ocorrer, estejam vocês preparados ou não. A visitação tem ocorrido sem a sua concordância e sem a sua permissão. E os seus direitos fundamentais estão sendo violados a um nível muito maior do que vocês já tenham percebido.

Por causa disso, fomos enviados não somente para lhes dar a nossa perspectiva e o nosso encorajamento, mas também para soar um chamado, um alarme, para inspirar uma conscientização e um comprometimento em vocês. Já mencionamos que não podemos salvar a sua raça por meio de uma intervenção militar. Este não é o nosso papel. E mesmo se tentássemos isto e conseguíssemos juntar as forças para executar tal plano, seu mundo seria destruído. Nós só podemos aconselhar.

Vocês verão no futuro uma brutalidade nas crenças religiosas sendo expressa de maneiras violentas, usada contra pessoas que discordam, contra nações com menos força e utilizada como uma arma de ataque e destruição. Para os visitantes, não haveria nada melhor do que as suas nações sendo governadas por suas instituições religiosas. A isto vocês devem resistir. Para os visitantes, não haveria nada melhor do que ter valores religiosos compartilhados por todos, porque isto aumentaria a força de trabalho deles e tornaria a tarefa deles mais fácil. Em todas suas manifestações, tal influência se traduz basicamente em consentimento e submissão – submissão da vontade, submissão de propósito, submissão da própria vida de uma pessoa e suas capacidades. Mas isto será anunciado como uma grande realização para a humanidade, um grande avanço na sociedade, uma nova unificação para a raça humana, uma nova esperança para a paz e equanimidade, um triunfo do espírito humano sobre os instintos humanos.

Portanto, nós viemos com o nosso aconselhamento e lhes encorajamos a se refrearem de tomar decisões insensatas, de entregar suas vidas a coisas que vocês não entendem e de submeter passivamente seu discernimento e sua discrição por qualquer promessa de recompensa. E devemos lhes encorajar a não trair o Conhecimento dentro de vocês, a inteligência espiritual com a qual vocês nasceram e que agora contém a sua única e maior esperança.

Talvez escutando isso, vocês tenham a impressão de que o universo é um lugar desprovido de Graça. Talvez vocês fiquem cínicos e com medo pensando que a avareza é universal. Mas este não é o caso. O que é necessário agora é que vocês se tornem fortes, mais fortes do que são, mais fortes do que já foram. Não aceitem comunicar-se com aqueles intervindo em seu mundo até conseguirem essa força. Não abram suas mentes e corações aos visitantes que vêm de fora do mundo, pois eles vêm aqui para servir aos seus próprios interesses. Não pensem que eles realizarão suas profecias religiosas ou seus maiores ideais, porque isso é uma ilusão.

Existem grandes forças espirituais na Comunidade Maior – indivíduos e até nações que atingiram estados de realização muito altos, muito além do que a humanidade já demonstrou até agora. Mas estes não vêm tomar o controle de outros mundos. Eles não representam forças políticas e econômicas no universo. Eles não se envolvem em comércio além do atendimento às suas próprias necessidades fundamentais. Eles viajam raramente, exceto em situações de urgência.

Emissários são enviados para ajudar aqueles que estão emergindo na Comunidade Maior, emissários como nós. E há também emissários espirituais – o poder dos Não-Vistos, que podem falar com aqueles que estão prontos para receber e que demonstram ter um bom coração e uma boa promessa. É assim que Deus opera no universo.

Vocês estão entrando num ambiente novo e difícil. Seu mundo tem muito valor para outros. Vocês precisarão protegê-lo. Vocês precisarão preservar os seus recursos naturais para não necessitar ou depender do comércio com outros mundos para atender as necessidades fundamentais de sua vida. Se vocês não preservarem os seus recursos, vocês terão que renunciar a grande parte de sua liberdade e autossuficiência.

A sua espiritualidade deve ser sólida. Ela deve ser baseada em experiências reais, pois os valores e as crenças, os rituais e as tradições podem ser usados, e estão sendo usados, por seus visitantes para alcançar os objetivos deles.

Aqui vocês podem começar a ver que os seus visitantes são muito vulneráveis em certas áreas. Vamos explorar isso mais a fundo. No plano individual, eles têm pouquíssima vontade própria, e têm dificuldade para lidar com complexidades. Eles não entendem a natureza espiritual de vocês. E certamente não entendem os impulsos do Conhecimento. Quanto mais fortes vocês forem com o Conhecimento, mais inexplicáveis vocês se tornam para eles, mais difíceis de serem controlados e menos úteis para eles e para o programa de integração deles. Individualmente, quanto mais fortes vocês se tornam com o Conhecimento, maior o desafio vocês representam para eles. Quanto mais indivíduos se tornarem fortes com o Conhecimento, mais difícil fica para os visitantes isolá-los.

Os visitantes não têm força física. O poder deles está no ambiente mental e no uso de suas tecnologias. Eles são pouco numerosos comparados a vocês. Eles dependem totalmente do seu consentimento, e estão confiantes demais que podem ter êxito. Segundo a experiência deles até agora, a humanidade não apresentou nenhuma resistência significativa. Todavia, quanto mais fortes vocês se tornarem com o Conhecimento, mais vocês se tornam uma força que se opõe à intervenção e à manipulação, e mais vocês se tornam uma força pela liberdade e integridade da sua raça.

Embora talvez não muitos possam receber a nossa mensagem, a sua resposta é importante. Talvez seja fácil para vocês duvidarem da nossa presença e da nossa realidade e reagirem contra a nossa mensagem, todavia falamos em concordância com o Conhecimento. Consequentemente, o que estamos dizendo pode ser conhecido dentro de vocês, se vocês estiverem livres para conhecê-lo.

Entendemos que estamos desafiando muitas crenças e normas em nossa apresentação. Mesmo a nossa presença aqui parecerá inexplicável e será rejeitada por muitos. Contudo, as nossas palavras e a nossa mensagem podem ressoar em vocês porque nós falamos com Conhecimento. O poder da verdade é o maior poder no universo. Ela tem o poder de libertar. Tem o poder de iluminar. E tem o poder de dar força e confiança aos que necessitam.

Pelo que nos foi informado, a consciência humana é muito valorizada na Terra, embora talvez não seja sempre seguida. É disto que estamos falando quando falamos sobre o Caminho do Conhecimento. Ele é fundamental para todos os seus verdadeiros impulsos espirituais. Ele já está contido em suas religiões. Não é algo novo para vocês. Mas ele tem que ser valorizado, do contrário nossos esforços e os esforços dos Não-Vistos para preparar a humanidade para a Comunidade Maior não serão bem sucedidos. Pouquíssimas pessoas responderão. E a verdade será um fardo para elas, porque elas não conseguirão compartilhá-la efetivamente.

Portanto, não viemos criticar suas instituições ou suas convenções religiosas, mas apenas ilustrar como estas podem ser usadas contra vocês. Não estamos aqui para substituí-las ou para negá-las, mas para demonstrar que estas instituições e convenções devem ser imbuídas com verdadeira integridade a fim de servi-los de maneira genuína.

Na Comunidade Maior, a espiritualidade é incorporada naquilo que chamamos de Conhecimento, Conhecimento significando a inteligência do Espírito e o movimento do Espírito dentro de você. Isto lhe dá o poder de saber em vez de só acreditar. Isto lhe torna imune à persuasão e à manipulação, pois o Conhecimento não pode ser manipulado por nenhum poder ou força mundanos. Isto dá vida às suas religiões e dá esperança para o seu destino.

Nós defendemos estas ideias, porque elas são fundamentais. Porém elas não existem nos coletivos, e caso vocês se encontrem com os coletivos, ou mesmo com sua presença, e tiverem o poder de preservar a sua própria mente, vocês verão isto por si mesmos.

Pelo que nos foi informado, há muitas pessoas no mundo que desejam se render, se entregar a um poder maior na vida. Isto não é algo que existe só no mundo da humanidade, mas na Comunidade Maior essa atitude conduz à escravidão. Entendemos que, ainda antes dos visitantes chegarem em tais números ao seu mundo, esse mesmo tipo de atitude levava muitas vezes à escravidão. Mas na Comunidade Maior vocês são mais vulneráveis e têm que ser mais sábios, mais cuidadosos e mais autossuficientes. Aqui a imprudência sai muito cara e traz grande infortúnio.

Se vocês puderem responder ao Conhecimento e aprender um Caminho do Conhecimento da Comunidade Maior, vocês poderão enxergar estas coisas por si mesmos. Aí então vocês confirmarão nossas palavras em vez de somente acreditar nelas ou recusá-las. O Criador está tornando isto possível, porque o Criador deseja que a humanidade se prepare para o seu futuro. É por isso que viemos. É por isso que observamos o que acontece e agora temos a oportunidade de relatar o que vemos.

Os ensinamentos essenciais das tradições religiosas do mundo falam a favor de vocês. Nós tivemos a oportunidade de aprender sobre elas por meio dos Não-Vistos. Mas elas também representam uma fraqueza potencial. Se a humanidade fosse mais vigilante e compreendesse as realidades da vida na Comunidade Maior e o significado de visitas prematuras, vocês não correriam tanto perigo quanto estão correndo agora. Há esperança e expectativas que tais visitas trarão grandes recompensas e que serão grandes realizações para vocês. Porém vocês não puderam aprender sobre a realidade da Comunidade Maior ou sobre as poderosas forças que estão interagindo com seu mundo. Sua falta de entendimento e sua confiança precoce nos visitantes não são benéficas a vocês.

Por essa razão os sábios por toda a Comunidade Maior permanecem escondidos. Eles não procuram o comércio na Comunidade Maior. Eles não tentam se tornar membros de corporações ou de cooperativas comerciais. Eles não procuram relações diplomáticas com muitos mundos. Sua rede de alianças é mais misteriosa, mais espiritual por natureza. Eles entendem os riscos e as dificuldades de se expor às realidades da vida no universo físico. Eles mantêm seu isolamento e vigiam suas fronteiras. Eles só tentam estender a sua sabedoria por meios de natureza menos física.

Talvez vocês possam ver isto expresso em seu mundo naqueles que são os mais sábios, os mais dotados, que não procuram vantagens pessoais através das vias comerciais e que não são dados à conquista e manipulação. Seu próprio mundo já lhes ensina tanto. Sua própria história lhes ensina tanto e ilustra, embora numa escala menor, tudo que estamos lhes apresentando aqui.

A nossa intenção é, então, não só alertá-los da gravidade da sua situação, mas fornecer-lhes, se pudermos, uma percepção maior e um entendimento maior da vida que seguramente vocês precisarão. E confiamos que haverá uma quantidade suficiente de pessoas que poderão ouvir estas palavras e que responderão à grandeza do Conhecimento. Esperamos que haverá aqueles que reconhecerão que as nossas mensagens não vêm para suscitar o medo e o pânico, mas para gerar a responsabilidade e o comprometimento com a preservação da liberdade e do bem dentro de seu mundo.

Caso a humanidade falhe em se opor à Intervenção, nós podemos descrever um quadro de quais seriam as consequências. Testemunhamos isso em outros lugares, pois cada um de nós chegou muito perto disso, dentro de nossos próprios mundos. Se a Terra se tornar parte de um coletivo, ela terá seus recursos extraídos, seus cidadãos serão reunidos como gado e postos para trabalhar, e seus rebeldes e hereges serão alienados ou destruídos. O mundo será preservado por causa de sua agricultura e pelos interesses em sua mineração. As sociedades humanas continuarão a existir, mas somente submissas a poderes baseados fora de seu mundo. E caso a Terra tenha a sua utilidade exaurida, caso seus recursos sejam completamente esgotados, então vocês serão abandonados, completamente saqueados. A capacidade do planeta para sustentar a vida terá sido retirada de vocês; os próprios meios para a sobrevivência terão sido roubados. Isso já aconteceu em muitos outros lugares.

No caso deste mundo, os coletivos talvez optem por conservá-lo para um uso contínuo como posto estratégico e como depósito biológico. Mas a população humana sofreria terrivelmente sob tal regime opressivo. A população humana seria reduzida. Sua gestão estaria nas mãos dos híbridos geneticamente criados para liderar a raça humana dentro de uma nova ordem. A liberdade humana como vocês a conhecem não mais existiria, e vocês sofreriam sob o peso de um governo estrangeiro, um governo que seria muito duro e exigente.

Há muitos coletivos na Comunidade Maior. Alguns são grandes, outros são pequenos. Alguns deles são mais éticos em seus métodos, muitos não são. Dependendo de quanto eles competem entre si pelas oportunidades, como, por exemplo, o domínio sobre seu mundo, táticas perigosas podem ser usadas. Nós temos que dar esta ilustração para que não haja nenhuma dúvida sobre o que estamos dizendo. As escolhas diante de vocês são muito limitadas, mas elas são fundamentais.

Portanto, entendam que a partir da perspectiva dos visitantes, todos vocês consistem em tribos que precisam ser manejadas e controladas a fim de servir aos interesses deles. Por isso, as suas religiões e, até certo ponto, sua realidade social serão preservadas. Mas vocês perderão muitas coisas. E muito será perdido antes que vocês se deem conta do que foi tirado de vocês. Portanto, só podemos defender uma vigilância, uma responsabilidade e um comprometimento para aprender – aprender sobre a vida na Comunidade Maior, aprender como preservar sua própria cultura e sua própria realidade dentro de um ambiente maior, e aprender a enxergar quem está aqui para servi-los, diferenciando-os dos que não estão aqui com tais propósitos. Esta maior capacidade de discernimento é muito necessária no mundo, até mesmo para a resolução de suas próprias dificuldades. Mas com respeito à sua sobrevivência e ao seu bem-estar na Comunidade Maior, este discernimento é absolutamente fundamental.

Desta forma, nós encorajamos vocês a se animarem. Temos mais a compartilhar com vocês.

One thought on “QUARTO RELATÓRIO: Manipulação das tradições e das crenças religiosas

  1. Pingback: Os Aliados da Humanidade – livro 1 | Os Aliados da Humanidade – PT

Comments are closed.